OS SOFRIMENTOS DE JÓ

OS SOFRIMENTOS DE JÓ


v  Algumas considerações:
·      Muitos acham que o ocorrido com Jó foi obra de Deus.
·      Como poderia Ter sido Deus, se Ele não tem parte com as obras do diabo?
-        Veja João 10:10. O diabo é que vem para matar,  roubar e destruir.
-        João 8:44. Ele é o pai da mentira e todo o engano...
·      Não foi Deus que causou os males a Jó.
v  Analisemos o contexto histórico da vida de Jó.
·      Jó 1:6-12. – O que temos aqui são obras de roubo, morte e destruição...
·      Jó 2:1-10 – O diabo é o causador das enfermidades.
v  Qual foi a causa de Deus haver permitido satanás promover sua obra de roubo, morte e destruição na vida de Jó? – Ora! Falta de fé e medo.
v  Jô 3:25 – medo e receio á fé ao contrário.
·      Rm 14:23 – Onde não há fé, há pecado. Tudo o que não provém de fé, ou daquilo que Deus fala é pecado.
·      I Jo 4:8 – O perfeito amor lança fora todo medo.
·      O medo produz tormento.
·      Quem tem medo não é aperfeiçoado no amor.
v  Jó deu o direito de satanás atuar em sua vida.
·      Deus não podia impedir do diabo tocar Jó, já que ele lhe abriu a porta, se andava em medo.
·      Jó 1:21 – Jó tinha uma doutrina errada na mente. Ele cria que tanto o mal quanto o bem provinha de Deus.
·      Jó 2:10 – Cria que tanto bênção como desgraça vinham de Deus.
·      Ele não sofreu toda a sua vida. Seu sofrimento foi de 3 a 18 meses – Jó 42:10.
v  O arrependimento de Jó, e sua confissão, moveu Deus a mudar sua sorte.
v  Jó 42:1-6
·      Ele passou a entender que nenhum plano de Deus podia ser impedido – V.2.
·      V.3 – Ele pergunta como se atreveu a pôr em dúvida a sabedoria de Deus.
·      Disse que falou o que não compreendia – V.3.
·      V.5 – Confessa que conhecia Deus só de ouvir falar.
-        Jó 1:16 – Revela o que Jó ouvia acerca de Deus.
·      V.6 – Ele sentiu-se envergonhado de tudo, e disse que se arrependia.
No Mais Lembremos Que:
v  Jó não era nascido de novo.
v  Os que são nascidos de Deus, o maligno não tem poder de tocar.
·      Se tocar é negligência nossa.
v  Jó era considerado justo, porque ele vivia dentro dos princípios da dispensação da sua época.
v  Não foi Deus que entregou o seu servo ao diabo, Deus disse apenas que ele estava nas mãos dele.
v  Jó estava nas mãos do diabo, pelo menos por dois motivos:
·      O mundo todo jaz no maligno, que é o deus deste século.
·      O próprio Jó abriu a porta para o diabo entrar ao crer em coisas erradas.
v  O exemplo de Jó não nos serve de referência.
v  Embora o mundo esteja no maligno, você foi transportado para o Reino do Filho do amor de Deus – Cl 1:13.
v  Aquele que está em nós é o maior.




Gilson Lacerda
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Recompensa da Honra- John Bevre (Resumo Participativo)

Homem também têm o seu valor!

Ser um missionário...